Seguidores

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Quando Deus te Chamar, Não Fuja e não de Desculpas.


26/5/13. Igreja Pentecostal A.D. Missão Profética. Sede.
Reunião de Obreiros. Pr. Cristiano.
Mensagem:
Quando Deus te Chamar, Não Fuja e não de Desculpas.

Texto Bíblico: Ex. 3.4 – Vendo o Senhor que se virava para ver, bradou Deus do meio da sarça: Moisés ! Moisés! Respondeu ele: Eis-me aqui.
Introdução:

Moisés nasceu num tempo de grandes dificuldade para o povo de Israel, que estavam sendo escravizados no Egito sob a tirania do Faraó, que para nós representa o diabo. O qual além de manter o povo hebreu escravizado determinou a extinção dos recém nascidos. Porém a mãe de Moisés, ajudada pela providencia divina, conseguiu esconder Moisés, o qual foi adotado, pela filha do Faraó e criado como um príncipe. Porém quando atingiu a maioridade descobriu sua identidade de hebreu e não se conformava com a injustiça pela qual passava seu povo. Certo dia foi defender um hebreu que era maltratado por um egípcio e acabou matando o egípcio. Não podendo receber apoio de seu povo fugiu para o deserto para escapar da punição dos egípcios e foi parar em Midiã, até então tinha 40 anos. Em Midiã se tornou pastor de ovelhas, casou-se e teve filhos.
A chamada de Moisés.
Os anos se passaram, Moisés agora estava com 80 anos, já era um ancião, havia se esquecido do sofrimento de seu povo no Egito e apascentava as ovelhas de seu sogro no monte Sinai, quando viu uma sarça ardente, que o fogo não a consumia, e do meio da sarça um anjo o chamou para libertar o seu povo da escravidão do Egito. Aleluia! Eu quero dizer a vocês que vocês não estão aqui por acaso, vocês estão aqui porque Deus tem uma chamada para a sua vida. Aleluia! Bendito e louvado seja o nome do Senhor. Gloria a Deus.
Porém Moisés não entendeu a chamada e começou a dar desculpas. Ex. 3.11 – Quem sou eu, para que vá ao Faraó e tire os filhos de Israel do Egito?  Já estou velho e fraco, já não tenho mais as forças da juventude, já não sou mais um guerreiro, não sou ninguém, nem sou eloquente, mal sirvo para apascentar ovelhas . Essa foi a 1ª desculpa de Moisés, quem sou eu? Moisés estava com crise de identidade. Deus sabe quem é você meu irmão, Deus te conhece desde o ventre, ele conhece as suas fraquezas, se ele te chamou é porque ele confia em você, não se desculpe, atenda o chamado de Deus que é ele quem te capacita para a sua obra. Se você crê de uma rajada de glórias.
Ex. 3.12 – Deus lhe disse: Certamente eu serei contigo. E isto te será por sinal de que eu te enviei. Quando houverdes tirado o seu povo do Egito, me servirás neste Monte. Meu amigo, quando Deus está contigo, você está com tudo e não é prosa, quem está com Deus tem a maioria. Não olhe para as circunstancias, não olhe para as suas limitações, olhe para o Senhor que te dá força, que te capacita com inteligência e eloquência. Aleluia! Posso ouvir um gloria!
Essa foi a 2ª desculpa de Moisés, mas ele continuou dando desculpas. Que direi eu aos filhos de Israel? Se eu foi e disser: O Deus de vossos pais me enviou a vós, e me perguntarem, qual é o seu nome? Que lhes direi? Ex. 3.14 – Disse Deus a Moises: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: Eu sou me enviou a vós. Moisés estava confuso, pois os egípcios eram politeísta, tinham deuses para tudo quanto é coisa. Moisés pensou, eles não crerão em mim. Essa foi a 3ª desculpa de Moisés. Ex. 4. 1 – Eles não crerão em mim. Foi então que Deus capacitou Moisés com sinais e maravilhas. Deus lhe perguntou: O que tens nas mãos, Moisés respondeu: Uma vara. Deus disse: lança por terra. Moises jogou a vara no chão, a vara se transformou numa serpente. Deus disse pegue pela cauda, Moisés pegou, ela voltou a ser vara na sua mão. Deus o mandou colocar a mão no peito, Moisés colocou, Deus mandou tira-la, Moisés tirou, a mão estava leprosa.  Deus mando colocar novamente e tirar, a mão voltou a ser sã. Meu irmão quando Deus te chamou para a obra ele te capacitou, para que você exerça a sua fé, a fé por si só é morta, não faz coisa alguma, mas quando você põe a sua fé em ação, milagres acontecem. Ministério tem que ter sinais e maravilhas, curas, libertações, salvação de almas. O Senhor Jesus disse: Que se crermos nele, obras maiores que as dele faremos, porque ele foi para o Pai. E fará tudo o que lhe pedirmos em seu nome. João 14.12-13. Crer é verbo, exprime ação, quando você crê, você coloca a sua fé em ação e o milagre acontece. Aleluia! Glorifique ao Senhor!
Ex. 4.10 – Ah Senhor, mas eu não sou eloquente. Essa foi a 4ª desculpa de Moisés. Tem gente que nem mesmo depois de ver sinais não acredita, a Bíblia diz que a fé não é de todos, mesmo depois de capacitado ainda se sentia derrotado, dando desculpas. Ele não conseguiu entender que o poder está na mensagem e não no mensageiro. O valor está no conteúdo e não na embalagem. Quando Jesus enviou os doze discípulos para fazer as obras, ele disse: Não fiqueis preocupados com o que haveis de falar pois não sois vós que falareis, mas o Espirito de vosso Pai é quem falará por vós. Ex. 4.12 – Deus disse a Moisés: Vai, Eu serei a tua boca. Eu quero ser boca de Deus para a sua vida nesta manhã, vá fazer as obras de Deus porque é ele que falará por você, vá pregar o Evangelho; vá cumprir o teu chamado, porque aquele que te chamou é que vai falar por você e responder suas orações com sinais e maravilhas, curas e libertações. Receba em nome de Jesus.

Conclusão:

Depois dessas quatro desculpas e exortações da parte de Deus, Moisés assumiu seu ministério, fez sinais e maravilhas e libertou seu povo da escravidão do Egito como servo Fiel na casa do Senhor. Gn. 3.5. O poder está naquele que nos enviou, pois quando ele nos chama e nos envia, ele vai na nossa frente, abrindo os caminhos dos mares, dos desertos dos rios e dando vitórias em todas as batalhas da vida. Por isso podemos dizer com o Ap. Paulo: Tudo posso naquele que me fortalece. Aleluia! Bendito e louvado seja o nome do Senhor que nos chamou para uma vida vitoriosa em Cristo, que nos dá a vitória no nome de Jesus, para sempre amém.

Pregação do Pr. Cristiano.

Elaboração e adaptação:                                           Bp. Narciso L. Silva.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário